terça-feira, 1 de junho de 2010

Automóveis fabricados em Portugal?!



Esta pequena reportagem que passou a 19 de Agosto de 2009 no Telejornal do canal 1 da RTP, resume uma inédita exposição temporária realizada no Museu do Caramulo de catorze marcas de automóveis que já foram fabricadas em Portugal. Algumas destas marcas ainda devem ecoar nas memórias das gerações menos jovens, outras, talvez, nem por isso!

In http://tv1.rtp.pt/noticias

O que também a maioria dos portugueses talvez não saiba é que, segundo a AMTC (Associação para o Museu dos Transportes e Comunicações), a ideia de fabricar automóveis em Portugal remonta aos primórdios da própria História do Automóvel.

A primeira tentativa de desenvolvimento de uma indústria automóvel em Portugal remonta aos finais do século XIX. Em 1899, a Empresa Industrial Portuguesa tenta, sem sucesso, dar início à produção industrial de automóveis no nosso país. Outras tentativas se seguem. O seu carácter pontual e experimental não permite o seu sucesso. A indústria automóvel nunca alcança grande expressão como indústria nacional.
É na cidade do Porto que a produção de automóveis, em número reduzido, virá a ter algum sucesso. Na década de 30, Eduardo Ferreirinha idealiza e constrói um veículo de competição com base na mecânica Ford, o Edford. O fervor pelo desporto automóvel dá origem à transformação de vários automóveis de competição: o DM de Dionísio Mateu e Elísio de Melo; o Marlei de Mário Moreira Leite; o Alba; o Olda, o FAP e o Etnerap.
Na década de 1950, a Fábrica de Produtos Estrela desenvolve projectos para a produção de automóveis populares e de competição, assim como carroçarias de autocarros. Apenas estes dois últimos virão a ser produzidos.
Nos anos 70 e 80, algumas experiências de produção em série têm relativo sucesso, como são os exemplos da União Metalo Mecânica (UMM), da Portaro e do pequeno Sado. Em 1977, a UMM obtém uma licença da Peugeot e inicia a produção industrial de veículos todo o terreno.
Hoje em dia, a indústria nacional está perfeitamente consolidada destacando-se, em particular, a contribuição da Auto-Europa com um volume de produtos e uma percentagem determinante no fluxo de exportações.

In http://www.amtc.pt/_AMTC/EXP/museu/por.html

Passamos a apresentar as preciosidades em foco, tal como foram expostas no Museu do Caramulo:


    

     

      
      
in http://www.portaldealbergaria.com/2009/08/

Sem comentários:

Enviar um comentário