sábado, 22 de janeiro de 2011

22 de Janeiro: S. Vicente, diácono mártir

S. Vicente de Saragoça na prisão, autor anónimo, Escola Francisco Ribalta, séc. XVII, 
in http://es.wikipedia.org

S. Vicente Mártir ou São Vicente de Saragoça, também conhecido por São Vicente de Fora, foi martirizado em Valência no início do século IV (crê-se que no ano de 304) durante as perseguições do Imperador romano Diocleciano contra os cristãos da Península Ibérica, que ficou a cargo do delegado imperial, Daciano. O seu cruel martírio até à morte foi devido, segundo a tradição, à sua recusa em oferecer sacrifícios aos deuses do panteão romano. É orago da Diocese do Algarve e da Sé Patriarcal de Lisboa, onde se guardam algumas das suas relíquias sendo o Padroeiro da cidade de Lisboa, onde a sua imagem é representada com uma barca e um corvo, mas também em outras povoações portuguesas, representação essa baseada na tradição de que em 1173 as suas relíquias foram conduzidas numa barca desde o Cabo de S. Vicente, no Algarve, para Lisboa, a mando de D. Afonso Henriques, e veladas durante todo o trajecto por dois corvos. Também aparece representado com palma (que simboliza o martírio) e evangeliário. É comemorado a 22 de Janeiro pela Igreja Católica e a 11 de Novembro pela Igreja Ortodoxa. Em Portugal é ainda o santo protector e advogado das crianças.

No concelho de Valpaços, é orago das Paróquias de Barreiros e Vilarandelo, sendo celebrado na data própria: 22 de Janeiro. É ainda padroeiro da povoação de Vilela, freguesia de Santiago da Ribeira de Alhariz.

Para ver um resumo biográfico de S. Vicente, diácono e mártir visite no Acidigital  a página SANTORAL.

Sem comentários:

Enviar um comentário